sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Roberto Carlos e chefões da máfia italiana

ITALIAcamorrraRC20100122rep

Além de dinheiro, armas e documentos, os membros da máfia italiana Camorra guardavam como um tesouro em seus esconderijos as fotos que, como qualquer outro torcedor, tiraram junto com jogadores famosos como o lateral-esquerdo Roberto Carlos, do Corinthians, e o zagueiro italiano Fabio Cannavaro.

A imprensa italiana publica nesta sexta-feira (22) algumas das imagens encontradas durante batidas policiais contra chefes da Camorra e nas quais estes são vistos ao lado de jogadores em restaurantes, como simples torcedores que pedem para sair numa foto ao lado de seus ídolos.

A importância dessas fotografias era tão grande para os mafiosos que elas sempre eram levadas durante suas fugas e de esconderijo em esconderijo.

Três destas imagens foram incluídas como documentação em um processo contra traficantes de drogas ligados ao poderoso clã dos Di Lauro, um dos que compõem a Camorra.

Em uma delas, o meio-campo eslovaco Marek Hamsik, estrela do Napoli, aparece em um restaurante de Nápoles – onde a Camorra atua – ao lado do fugitivo Domenico Pagano.

Segundo a imprensa italiana, as outras duas fotos foram feitas em Madri. Nelas aparecem Roberto Carlos, recém chegado ao Corinthians, e Cannavaro, atualmente na Juventus. Ambos ainda jogavam pelo Real Madrid e aparecem nas imagens junto a uma pessoa ainda não identificada.

Nenhum comentário: