domingo, 29 de junho de 2008

Sobre as torcidas (des)organizadas

Hoje não estou aqui para falar de um time, ou de um campeonato. Estou aqui, como amante do futebol, mas não da violência (felizmente!!!), para tentar encontrar uma explicação para um fato horrível que aconteceu por aqui. As duas torcidas organizadas de maior expressão (que na verdade, eu acho mais para desorganizadas) aqui de BH são a Galoucura e a Máfia Azul. E eu sinceramente, não gosto de nenhuma das duas (e de nenhuma outra organizada). O que vejo relacionado a elas são sempre as brigas, as atrocidades... E dessa vez não foi diferente.

O que era pra ser amor se transformou em loucura e violência por parte de alguns. Ele, da Máfia Azul. Ela, da Galoucura. (não, eu namoro um cruzerense, mas ambos não fazemos partes desses ataques de fanatismo, dessas manifestações de ira). Eles se conheceram não sei aonde e nem sei como. E se gostaram. E começaram a namorar. Até que as amigas dela (amigas???) que também fazem parte da Galoucura descobriram que ela estava namorando alguém da Máfia Azul. Deram uma surra na garota. (quanta ignorância MEU DEUS!!)

Depois, ele resolveu se vingar pela namorada. Foi marcada via internet uma briga entre as torcidas. Só que na briga, a Galoucura foi armada de paus (com pregos nas pontas). Na hora da confusão, os outros da Máfia correram. Sobrou para ele, um menino bom, com uma vida toda pela frente. Agora ele está em coma. E eu me pergunto... Do que isso valeu? Será que a consciência de ninguém dói? O que será que pensam esses ignorantes? Que ninguém que pense diferente pode ser feliz? Será que isso vai ficar impune? São muitas perguntas. Infelizmente, sem respostas...

5 comentários:

Яoьεяτα disse...

Indignante.
Qualquer tipo de covardia é indignante. Seja lá por que for, futebol, religião ou até por aquele necessidade de auto-afirmação que rondam os meninos em certa fase da vida.

Welton ''Shiryu'' disse...

eu sou contra toda e qualquer torcida organizada. não são torcedores, são marginais que se escondem no escudo dos clubes.
aqui em Fortaleza tem a Cearamor e a TUF( Torcida Uniformizada do Fortaleza) conhecidas por causar brigas e vandalismos.toda vida que tem clássico-rei(como e chamado o Fortaleza x Ceará) dezenas de onibus são depredados e pessoas que não tem nada a ver com essas torcidas são agredidas. Até quando.
Bem, a torcida do Ferroviário é pacífica: é pequena, só tem idosos e poucos jovens. hehe.

Яoьεяτα disse...

Discordo Welton. O problema não está na torcida organizada, e sim na covardia e auto-afirmação de alguns participantes. Eu mesma já fui sócia de uma delas, a Gaviões da Fiel, e tem muita gente boa por lá também.
Imagina se todos os sócios fossem dados a esse tipo de coisa? Tumultos e confusões chegariam a milhares e pessoas, o que não ocorre. Os ataques são isolados e não passam de dezenas de baderneiros.
O problema está neles que se escondem atras do emblema da torcida, mas o fariam escondidos atrás de qualquer outra agremiação.
São pessoas que caso não houvessem as torcidas estariam participando de qualquer outra coisa, como gangues, ideológicas ou simplesmente bairristas.

Cacá BH disse...

bom, o problema das torcidas organizadas é que o ganha a mídia são sempre as menifestações negativas. Sao sempre as depredações, as brigas, os atos ignorantes... Então, o que a gente acaba é generalizando mesmo... Infelizmente.. Os baderneiros podem até ser minoria, mas são os que mais fazem barulho.... É triste, mas é verdade....

Welton ''Shiryu'' disse...

há dois anos, eu acho, não tou lembrado, o presidente da TUF à época, Marcionílio foi pessoalmente a uma briga marcada na Internet com a Fúria Jovem (que tenho vergonha de dizer que é torcida do Botafogo) e acabou morrendo.Este episódio teve repercussão nacional. Ou seja, se o presidente se envolve nessas coisas, o que se dirá do restante. será mesmo que é uma minoria? eu tenho minhas dúvidas, pois essas "minorias" fazem estragos de gente grande. e os que não são violentos saem em defesa dos colegas. Não mudo minha opinião, torcida organizada é um câncer e deve ser combatida.